Make your own free website on Tripod.com
  Tucunaré
Apesar de ser chamado de peacoock bass em inglês o Tucunaré não é um bass .
   Os dois são bem parecidos fisicamente , mas distintos genéticamente , e o apelido peackoock bass se deve exclusivamente a semelhança física com o bass .
   O Tucunaré pertence a familia cichilidae , que inclui o apaiari e a tilapia . A familia cichilidae contém 1400 espécies nas aguas tropicais por todo o mundo , sendo 250 a 300 na América do sul .
   Seu equivalente nas aguas temperadas da América do norte é a familia centrarchidae que inclue o black bass , certos biólogos acreditam que as duas familias tem um ancestral comum , uma perca pré-histórica de agua salgada .
   Natural da bacia amazonica , o tucunaré é encontrado tambem em varias represas e rios onde foram introduzidos . Acima do estado de São Paulo onde a temperatura das aguas são mais quentes , esta espécie tem encontrado facilidades para se adaptar .
   Foi introduzido tambem com sucesso na Florida , Havaí , Panamá e Porto Rico mas os grandes exemplares são encontrados na bacia amazonica , onde é comum fisgar peixes acima de 7 Kg .
   Predador valente , o tucunaré proporciona ao pescador esportivo momentos inesqueciveis , literalmente explodem em cima das iscas de superficie , quando se sentem fisgados saltam fora d'agua, tentando se livrar das garatéias e com força descomunal , tomam linha da carretilha em corridas rumo a estruturas proximas ( galhadas , pedras ) onde as chances da linha se partir é muito grande !
   Pescadores desavisados são vitimas da força dos tucunarés que com a força de seu arranque entortam as garatéias originais de suas iscas e chegam a destruir as iscas completamente .
   Mesmo garatéias reforçadas podem não garantir a foto com o peixe na mão , quando se fisga um grande exemplar é imprevisivel o que ele pode fazer com o equipamento , por isso o uso de equipamento adequado é fundamental para a pesca deste gigante .


 


Equipamento : para definir qual o conjunto ideal para uma determinada pescaria devemos levar em conta o porte médiodos peixes da região , o tipo de estruturas que encontramos no local .
O pescador esportivo evita super dimencionar seu equipamento fazendo com que a luta com o peixe seja justa e exija uma boa técnica do pescador .
Varas de ação pesada e linhas em torno de 30 lbs são usadas onde a chance de pegar um tucunaré gigante são boas , na Amazonia não é exagero o uso de iscas acima de 15 cm. ( iscas grandes , fisgam peixes grandes ) .
Isso não significa que usando um equipamento de ação media-pesada , linhas em torno de 20 lbs , arremessando iscas um pouco mais leves , voce não vai conseguir trabalhar um tucunaré grande , este equipamento aumenta em muito a esportividade da pescaria , mas neste caso meu conselho é usar um lider feito com linha em torno de 30 lbs , pois é comum não se conseguir segurar a corrida do tucunaré para as estruturas , e  um lider de linha mais resistente pode evitar que a linha se rompa pondo fim a brincadeira !
   Em lugares onde a média dos tucunarés fica entre 3 e 5 Kg , o uso de equipamento de ação média-pesada é mais adequado , e linhas em torno de 15 lbs . linhas de 20 lbs continuam sendo desejaveis porque é comum as iscas se enroscarem em moitas de capim , e o uso de linhas menos resistentes obriga a encostar com o barco para desenroscar as iscas com as mãos , se usarmos linhas mais resistentes podemos simplesmente puxar a linha , desenroscando mais facilmente .
   O uso de um lider de linha mais resistente pode ser dispensado se o lugar não apresentar muitas estruturas como galhadas , muitas vezes os tucunarés estão debaixo dos capins , nesta situação o uso de um lider se torna desnecessario .
   Devido a grande força das primeiras corridas , não se deve dispensar o uso de snaps reforçados , e a troca de pitões e argolas das iscas por material mais resistente que os originais é pratica comum entre os calejados pescadores de tucunarés
A questão de se usar carretilhas ou molinetes é uma coisa muito pessoal , ambos tem vantagens e desvantagens quando comparados , e a escolha deve ser feita de acordo com a preferencia de cada um , mas vale lembrar que na pescaria de arremesso um equipamento pesado pode ser um grande problema , e devemos escolher molinetes e carretilhas com o menor peso possivel .

Iscas :  A preferencia de 9 entre 10 pescadores de tucunaré , quando o assunto é iscas recai nas iscas de superficie , o momento de maior emoção na pesca deste valente , é o momento em que o tucunaré explode numa isca de superficie !
   Não é raro se ver um risco muito rapido na superficie da agua partindo de uma estrutura proxima em direção a isca de superficie e em questão de segundo este risco se transforma em uma verdadeira explosão na isca !
   É um momento dificil de descrerver apenas com palavras , e sem duvida o motivo da grande paixão que este peixe desperta nos pescadores , fazendo até com que nos esqueçamos de que no mesmo local existam outros peixes .
   As iscas de superficie mais utilizadas pela grande maioria dos pescadores são : hélices , jump minnow ( joão pepino ) , zaras , popers , sticks .
   Iscas de meia agua , são sempre uma boa opção quando os peixes não estão atacando na superficie , ou após um ataque em uma isca de superficie onde o peixe errou o bote .
   As mais utilizadas são : floating minnows ( iscas de barbela ) , rattlins , spinnerbaits , colheres .
   Iscas de fundo : são usadas geralmente em dias mais frios , nestes dias os peixes ficam em profundidades maiores e dificilmente sobem para atacar uma isca de superficie .
   As mais utilizadas são : Jigs , Grubs e Spinners
 


Clique aqui para ver mais sobre iscas artificiais
 


.